5 dicas para organizar e controlar sua prática

0
6
views
Quando se trata de escolher o que incluir em sua prática pessoal, dançarinas do ventre tem um monte de opções. Você poderia trabalhar os movimentos básicos (oitos e contrações, por exemplo); incorporar essas formas em combinações mais complexas; praticar deslocamentos com diferentes níveis; incorporar posições de braços de forma suave; ou você poderia gastar o tempo com shimmies.

Mas uma rotina bem equilibrada também inclui condicionamento, treinamento de força, flexibilidade, expressividade, musicalidade, improvisação e coreografia. Você pode estar se perguntando: “Como eu posso arrumar tempo para tudo isso?”. A Datura Online publicou 5 dicas rápidas e eficazes para ajudar você a organizar sua prática e acompanhar seu progresso, confira:

Dica #1: Defina metas com intervalos regulares (e revisite essas metas)

Pergunte a si mesmo quais são as competências que você deseja aprender ou melhorar. Para muitos de nós, a resposta inicial pode ser “quero dominar tudo isso!” , mas o que realmente lhe dá aquela sensação triunfante de realização? Como David Allen coloca tão bem: “você pode fazer qualquer coisa, mas não tudo”.

Escolha alguns itens para focar e estabeleça metas concretas e realistas num período de tempo para alcançá-las. Pode ser útil definir metas semanais com a intenção de manter na vanguarda da sua mente durante toda a sua prática (“esta semana vou manter a energia e a intenção em meus braços”) e objetivos de longo prazo para o progresso (“em 3 meses eu vou ser flexível o suficiente para fazer tal movimento”). Definir metas semanais, mensais e a longo prazo não só ajuda com a motivação, como também lhe dá opções de marcações para acompanhar seu progresso.

É importante não só para definir essas metas, mas revisitá-las regularmente. Checar de vez em quando para ver como você está indo. Isto irá mantê-lo responsável e lhe dará um bom indicador de quão longe você foi para ajudar a determinar quais mudanças precisam ser feitas para um crescimento sustentável.

Dica #2: Defina a sua rotina de treino com antecedência

Uma vez que nossos objetivos estão definidos, podemos determinar os requisitos físicos para alcançar esses objetivos. Se o seu objetivo é ter ondulações de barriga mais profundas, por exemplo, então você pode incluir algumas sessões de pilates para fortalecer e aumentar o controle dos seus músculos abdominais, além de seus exercícios diários de bellyroll. Determine quais são as atividades necessárias para ajudar você a atingir seus objetivos e aloque um tempo para cada um desses fatores: força, flexibilidade, agilidade, resistência. Uma boa regra de sequenciamento é a seguinte: aquecimento, condicionamento (cardio e treinamento de força), treinos e exercícios criativos (improvisação, coreografia, musicalidade, expressão, etc), relaxamento e flexibilidade.
Além de aprender novas habilidades, uma rotina de dança bem equilibrada também deve incluir exercícios de manutenção das habilidades aprendidas anteriormente. Uma ótima maneira de melhorar seu vocabulário na dança é através da criação de uma “dose diária” de movimentos. A dose diária foi desenvolvida por Rachel Brice e é uma abordagem altamente eficiente para manter seus movimentos fundamentais de dança do ventre, tudo em apenas 10 minutos por dia. A cada semana, basta escolher um punhado de movimentos de dança que você deseja atualizar e praticá-los diariamente durante toda a semana. No final da semana, escolha novos movimentos para estudar por uma semana. Isto lhe permite percorrer regularmente o seu vocabulário de dança para manter todos os seus movimentos frescos e limpos.
Agora que você já dominou o conteúdo de sua prática, é hora de começar a montagem desses itens em sua agenda! Você pode optar por seguir esta rotina durante um mês inteiro ou  criar suas práticas semanalmente. O importante é definir a sua prática com antecedência. Isto não só irá ajudá-lo a organizar as suas metas em uma abordagem séria e consistente, mas também irá salvá-lo de gastar a sua prática de dança inteira tentando decidir o que praticar!

Dica #3: Acompanhe o seu progresso para a consistência

Neste ponto, você tem um novo conjunto brilhante de metas e um plano bem pensado para fazer essas metas acontecerem! Aqui vem a parte difícil: aderir a ela e acompanhar seu progresso. Uma ótima maneira de incutir alguma “aderência” em sua rotina é escrever suas práticas pré-determinadas em sua agenda diária. Dessa forma, se você abrir a sua agenda de compromissos, você vai ver o tempo que você reservou para a dança como um lembrete diário.
Há muitas maneiras de acompanhar o seu progresso e conclusão da meta. Sugerimos que você tente vários deles a fim de encontrar o método que funciona melhor para você. Uma abordagem é a de manter um diário com realizações, descobertas e outros aspectos para continuar a se esforçar, e reflexões pessoais sobre a rotina do dia.
Para aqueles de nós que são incapazes de se comprometer com um projeto de escrita diária, há também o método de etiqueta. Criar um quadro com uma lista de afazeres da sua dança (exercícios de fortalecimento, Daily Dose, improvisação, etc.) nas colunas e no dia da semana no topo da cada fila. Para cada dia que você completar com sucesso a tarefa de dança, colocar um adesivo no quadro correspondente. Este método é uma grande representação visual da sua dedicação diária, e essas estrelas de ouro lhe darão o reconhecimento imediato e recompensa necessária para manter o seu compromisso.

Dica #4: Revisão & Otimização

Este é o passo que é negligenciado na maioria das vezes, ao mesmo tempo que também é um dos componentes mais importantes para o crescimento e aprendizagem contínua. Você é um ser único e sua mente e corpo continuam a mudar a cada nova experiência. portanto, planejar avaliações e otimização da sua prática de dança é necessária para a sua prática crescer com você.
Defina intervalos regulares para rever o seu progresso. A gravação de vídeo é um método experimentado e verdadeiro que lhe dá um registro imparcial de suas realizações e insights úteis em como você pode continuar a melhorar. Use essas informações para definir novas metas ou modificar suas metas atuais para atender às suas necessidades de mudança.
Além de gravações de vídeo regulares, um relatório mensal, trimestral ou anual pode ajudá-lo a refletir sobre a sua abordagem para a dança e ajudá-lo a desenvolver métodos mais eficazes para alcançar seus objetivos.

Dica #5: Celebração!

Parabéns! Depois de semanas de planejamento completo, prática dedicada, e revisão criteriosa, você alcançou seus objetivos! Certifique-se de reconhecer as suas realizações: você trabalhou duro e seu trabalho árduo valeu a pena!
Agora que você alcançou seus objetivos, é hora de começar o ciclo novamente – escolhendo novas metas para trabalhar. Empregar estas dicas rápidas não só lhe dará um método fundamentado para organizar e acompanhar a sua prática, como também vai ajudá-lo a manter a sua prática fresca e a permanecer responsável pelo seu crescimento artístico.
Postado originalmente em Datura Online

Melissa Art

Melissa Art

Leonina na casa dos 20, Melissa Souza é natural de Jundiaí/SP, mas o coração é de Minas. Produtora e jornalista, atua com assessoria de mídias digitais para empreendedores e artistas.
Melissa Art

Últimos posts por Melissa Art (exibir todos)

Liked it? Take a second to support Tribal Archive on Patreon!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here