Estão abertas as indicações para a 6ª edição da enquete Destaques Tribais do blog Aerith Tribal Fusion

0
11
views

Destinado à divulgação da arte da dança tribal e suas diversas vertentes, o blog Aerith Tribal Fusion é considerado uma das principais referências brasileiras em conteúdo especializado sobre dança tribal, contendo entrevistas, divulgação de trabalhos, projetos e eventos, além de diversas colunas com autores convidados e reconhecidos em suas respectivas áreas de atuação, servindo de fonte e inspiração para dançarinos, professores e outros produtores de conteúdo, como nós do Tribal Archive. Uma das principais seções do blog é o “Destaques Tribais”, uma enquete realizada anualmente sobre as principais realizações do ano na cena tribal brasileira e internacional.

No vídeo a seguir, do Tribalices, a tribaldancer Natália Espinosa explica um pouquinho sobre como surgiu a ideia da enquete e todo o trabalho realizado por trás dela, além de sanar as principais dúvidas do público. Em resumo, o Destaques Tribais existe desde 2012, e desde então vem trazendo visibilidade tanto a trabalhos consagrados bem como estreantes na cena tribal, brasileira e internacional – é importante ressaltar que o objetivo do Destaques Tribais não é incentivar a competição, mas sim divulgar os trabalhos realizados na cena tribal através de uma grande retrospectiva de tudo o que aconteceu na área ao longo do ano. É um trabalho sem fins lucrativos e totalmente democrático.

Como funciona?

A enquete Destaques Tribais é dividida em 6 fases:

  1. Chamada: divulgação de alterações, regras, etapas e categorias;
  2. Etapa 1 – Indicações: na primeira fase, o público indica seus favoritos para cada categoria. Todas as questões são facultativas, ou seja, você sugere apenas nas categorias que desejar. Todos os trabalhados indicados entram para a enquete, então não é necessário indicar mais de uma vez. Salvo algumas exceções, os trabalhos devem ser referentes ao ano anterior.
  3. Categorias Ilustrativas + Indicações Invalidadas: durante 10 dias, o blog divulga todas as indicações sugeridas na Etapa 1, incluindo as invalidas, para que o público tenha a chance de solicitar uma reivindicação à Comissão Avaliadora do Blog. Essa solicitação deve ser feita pelo e-mail aerithtribalfusion@gmail.com , justificando de forma embasada e coerente a permanência da indicação na enquete.
  4. Etapa 2 – Votação: é permitido apenas um voto por participante – é necessário estar logado em sua conta Google para validar sua opinião. Além disso, uma arte promocional é divulgada com todos os trabalhos participantes para que todos participem de forma engajada, representando seus estados, regiões e países, mobilizando a enquete para que o resultado popular seja o mais próximo do fiel. Como Aerith aponta, é fundamental que o público e os participantes se mobilizarem para divulgar a participação de seus trabalhos na enquete.
  5. Resultado: por fim, o resultado é divulgado. O  blog apresenta dois resultados: Resultado Popular, eleito pelo público; e Resultado do Blog, composto pelos votos dos colunistas do blog. Ambos são divididos em duas partes: a parte 1 compreende as estatísticas e considerações gerais do resultado em questão; a parte 2 é destinada à divulgação do resultado propriamente dito.
  6. Opinião do Público: com o término da enquete, é disponibilizado um formulário para que o público possa deixar suas impressões, contribuindo para o desenvolvimento da próxima edição com críticas construtivas, pontos positivos e negativos e sugestões.

Atenção para os prazos da edição 2017 do Destaques Tribais:

23/12/2017 até 28/01/2018
Categorias Ilustrativas
29/01 até 10/02/2018
Etapa 2 – Votação
11/02/ até 25/02/2018
Resultado
Março de 2018

A enquete em si é dividida em 4 grandes blocos:

Bloco A: Produções Culturais Nacionais e Internacionais

Este é o espaço para indicar eventos nacionais, internacionais e regionais que você tenha prestigiado, além de espaços que desenvolvam trabalhos com enfoque na dança tribal, workshops nacionais, internacionais e show internacional – ou seja, apresentações de bailarinos estrangeiros em eventos nacionais.

Bloco B: Performances Internacionais

Neste bloco são indicados apresentações solos, em grupos e de ATS® e ITS, além de categorias especiais para apresentações de dançarinxs da América do Sul. As indicações devem ser feitas acompanhadas de links de vídeos das performances no Youtube.

Bloco C: Mecanismos Artísticos de Entretenimento e Confecções Artesanais

É aqui que o Tribal Archive entra ❤ Neste bloco são indicados blogs, sites, entrevistas, artigos e notícias, além de músicas, DVD’s didáticos, ateliers, figurinos, fotografias, videoclipes e videodanças. Todo conteúdo online deve vir acompanhado de link da fonte.

Bloco D: Performances Nacionais

Visando a valorização das dança tribal na cena nacional, este bloco se divide em diferentes categorias, é o momento de classificar suas performances e artistas favoritos pela qualidades técnicas, interpretativas e profissionais; pelos estilos dark, tribal brasil e solo de percussão tribal; além das categorias com ênfase na cena masculina e na regionalidade. Grupos de alunos e estudantes solistas também são reconhecidos pelas categorias correspondentes, além do trabalho de duplas, grupos e companhias de ATS® e ITS. Há também o “Destaque Revelação”, para artistas profissionais que ainda não são famosos na cena nacional. Assim como no Bloco B, as indicações devem ser acompanhadas de links dos vídeos das performances no Youtube.


O que tem de novo nesta edição?

A opinião do público sempre é levada em consideração para o desenvolvimento de novas edições da enquete, por isso sempre há mudanças e novidades de acordo com a necessidade em visão da comissão julgadora do blog.

Neste ano, além das categorias já existentes, foram criadas novas categorias: Destaque Instagram Tribal, devido à popularização da rede social; Destaque Vlog Tribal Nacional, visando divulgar o material criado nesta área – somente nesta categoria, para incentivar a produção de novos conteúdos, serão aceitos indicações de anos anteriores; além disso, a categoria Entrevista de Destaque foi dividida em “Nacional” e “Internacional”, para que todos sejam valorizados; e, ainda no bloco de produções internacionais, há as novas categorias Dupla Tribal Internacional e Videoclipe Tribal Internacional.

Na seção de identificação, além de estado, tem as opções de alguns países que já participaram da enquete em edições anteriores. Também há na seção a identificação da faixa etária e sexo, com o intuito de conhecermos ainda mais o público tribal.

Desde 2015 há uma Comissão Avaliadora do blog, formado pelos colunistas. O papel da comissão é avaliar, em conjunto, se todos os trabalhos sugeridos na Etapa 1 correspondem às respectivas categorias sugeridas, remanejando as indicações às categorias equivalentes ou invalidando as sugestões que não estão de acordo com as regras. A comissão também avalia, em conjunto, os pedidos para análise de invalidações da Etapa 1.


Como a Natália aponta no vídeo, é uma enquete longa e as regras são levadas a sério, mas é muito importante que todos participem e, desta forma, contribua com a visibilidade da cena tribal, com ênfase nas produções nacionais. Faça com paciência e consideração ao trabalho dos artistas e produtores, eles merecem seu reconhecimento – se for mais conveniente, indique um bloco por vez, passe um tempo navegando e faça um trabalho de curadoria/clipagem, salve os links que julgar interessante para preencher quando tiver tempo. Leia o regulamento oficial com atenção para evitar invalidações e confira o resultado da edição 2016 da enquete. Aproveite nossas guias de ateliers, eventos e grupos de dança tribal nacionais, nossa agenda e nossas postagens nas redes sociais para se basear em suas indicações e votos. E comemora, afinal, somos uma só tribo, somos todos Destaques!

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A ETAPA 1 – INDICAÇÕES

 

Facebook Comments