Moda e Cultura Alternativa com o Bazar Noir

0
10
views
O Bazar Noir é voltado para a moda e cultura alternativa e underground, o que é um grande diferencial em relação a outras feiras. Idealizado por Vanessa Martins e Flavio Watson, o evento acontece há pelo menos 10 anos no Rio de Janeiro e tem como proposta oferecer ao público peças de roupas vintage, acessórios góticos e artigos de decoração com um estilo único que você não encontra em shoppings ou feirinhas populares, para isso, os expositores são selecionados por uma curadoria exigente. Além disso, o evento oferece serviços gratuitos e muito entretenimento aos visitantes, como música ao vivo, sorteios, espaço de maquiagem e um andar exclusivo para a gastronomia carioca, o “Food Floor”- mas o destaque fica por conta do desfile alternativo.
Conversamos com a produtora Vanessa Martins para entender como funciona o bazar, fundado por ela quando tinha apenas 20 anos, e ela conta tudo aqui pra gente!

Atualmente, o evento acontece no Teatro Odisseia e Chopperia Brazooka (Av Mem de Sá 66, Lapa – Rio de Janeiro)

Tribal Archive: Como nasceu a ideia e qual a proposta do Bazar Noir?

Vanessa Martins: O evento foi idealizado por mim e pelo DJ Flavio Watson, que hoje não participa mais da produção, apenas toca no evento como DJ. Começou com a vontade de fazer um mini encontro com os amigos para trocar peças de roupas, e daí cresceu para a ideia de produzir uma feira de moda inspirada no Mercado Mundo Mix, que na época era exemplo de evento de moda alternativa e não estava mais acontecendo no Rio. A proposta do Bazar Noir sempre foi levar para o público roupas e acessórios que não se encontra em shopping ou em outras feirinhas. Nossa ideia sempre foi ser focado no que é diferente, alternativo e original. Começamos com um viés bem gótico e dark, e aos poucos fomos ampliando para outros estilos alternativos, como o Rock clássico, o Boho e o Pin Up que hoje é o estilo que faz mais sucesso no Bazar Noir.
TA: Conta um pouco do evento para a gente. Com que frequência os bazares são organizados? Quantas edições já foram realizadas? Quais temas já foram abordados?
VM: Os eventos acontecem normalmente de dois em dois meses. Temos em torno de 5 edições por ano e quase 11 anos de estrada, então já perdi as contas de quantas edições forma realizadas! Não são sempre temáticos não, mas há uns dois anos percebemos que o público gosta dos eventos temáticos e começamos a investir nessa ideia. Já tivemos edição Cinema, anos 80, Terror, Burlesco e nossa Edição Pin Up é a que faz mais sucesso!

Edição “Lindy Hop”

TA: Os serviços gratuitos e intervenções no evento são um grande diferencial. Quais atrações já passaram pelo evento?

VM: Procuramos sempre oferecer ao publico algo além das compras, algo que faça com que o pessoal fique pelo evento e se divirta! Temos sempre sorteios de peças, muitas vezes fazemos quiz com perguntas de acordo com o tema do evento e damos prêmios. Já tivemos performances burlescas, de circo, dança tribal, muitos shows com bandas ótimas e em toda edição temos nosso desfile! O desfile é produzido pela equipe do evento, com peças das grifes que estão presentes no dia e o grande diferencial é que nossas modelos são meninas comuns, frequentadoras do Bazar Noir, com diversos tipos de corpo, todos lindas, nada de padrões de beleza!

A estande de maquiagem é uma das atrações gratuitas que o evento oferece

TA: O que podemos encontrar no Bazar Noir e qual a faixa de preço?

VM: Isso é mais um diferencial do Bazar Noir. Procuramos sempre ter expositores com preços que consideramos acessíveis e justos para o produto em questão. Nada de valores absurdos! Pra vocês terem uma ideia, um vestido lindo no estilo Pin Up costuma custar entre R$80 e R$150, e temos marcas que vendem Corsets entre R$100 e R$150. Bijouxs sempre baratinhas, vocês encontram peças de R$10 fácil! E camisetas temáticas entre R$20 e R$50!

A última edição do evento contou com mais de 80 expositores!

TA: O que é necessário para participar do evento? Como funciona esta parceria?

VM: Nos selecionamos os expositores, pois queremos sempre algo original e alternativo que se encaixe com nossa proposta e nosso público. Nada de camiseta de feirinha ou calças jeans, a não ser que sejam customizadas. ;) Para expor, é só enviar um e-mail para contato@bazarnoir.com.br com o link para sua pagina ou site, e, se estiver de acordo com o estilo do evento, respondemos com os valores e tamanhos dos espaços para fecharmos a reserva. E para quem quiser realizar uma intervenção artística, é só nos enviar um e-mail falando sobre seu trabalho. Estamos super abertos a qualquer intervenção artística! Queremos cada vez mais que o Bazar Noir seja um espaço múltiplo para que todos mostrem sua arte, seja ela corporal, musical ou através da moda, que também pode ser uma expressão artística!

Vanessa Martins e equipe
————-
Vanessa Martins tem 31 anos e trabalha como produtora de eventos há 11 anos. Iniciou o projeto do Bazar Noir no início da sua carreira e hoje trabalha na produção de grandes eventos, além de manter o bazar. Saiba mais acessando os links abaixo ou escreva para a produção:

Melissa Art

Melissa Art

Leonina na casa dos 20, Melissa Souza é natural de Jundiaí/SP, mas o coração é de Minas. Produtora e jornalista, atua com assessoria de mídias digitais para empreendedores e artistas.
Melissa Art
Liked it? Take a second to support Tribal Archive on Patreon!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here